Em um mundo onde costumamos dizer que “tempo é dinheiro”, cada segundo faz total diferença para o seu negócio. E essa é apenas uma das várias razões que nos fizeram vislumbrar novos horizontes, com o intuito de te oferecer ainda mais agilidade e estabilidade ao utilizar os nossos serviços, além de continuar preservando a segurança dos dados trafegados na plataforma.

É por isso que anunciamos a migração dos nossos serviços para a CDN da Akamai.

• Certo, mas… o que é CDN?

CDN ou Content Delivery Network é literalmente uma rede de distribuição de conteúdo. Uma CDN possui diversos servidores espalhados pelo mundo, onde quem contrata o serviço, armazena o conteúdo do seu site nesses servidores. Com isso, sempre que um usuário acessar esse site, o conteúdo é buscado no servidor geograficamente mais próximo daquele usuário (e não no servidor central onde está o site), agilizando assim o tráfego de dados. Veja na imagem abaixo como funciona um site sem e com CDN:

Site sem servidor CDN
Com servidor CDN

E o que melhorou?

A Akamai é uma CDN de renome internacional, utilizada por 7 dos 10 maiores bancos do mundo, incluindo em sua base de clientes marcas como IBM, Itaú, Bradesco, Adobe, Audi, Fiat, Fox, Airbnb, dentre outras. Com ela teremos:

Garantia de 100% de disponibilidade nos servidores de borda e melhora em performance e velocidade no acesso à Huggy. Ou seja, operar nossa plataforma e acessar todo conteúdo relacionado a ela ficará muito mais rápido🚀
Aumento de proteção na utilização de WAF (Web Application Firewall). WAF é um sistema que funciona como um barreira entre os nossos serviços e o restante da internet, protegendo de Hackers, Spammers e todos os outros tipos de Cyber Ataques maliciosos 🔒
Diminuição de problemas relacionados a ROTA. E o que isso significa? Uma plataforma ainda mais estável, sem quedas ou lentidão, pois o servidor procurará sempre a melhor rota de tráfego para a entrega do conteúdo ✔️

Na imagem abaixo, você pode ver um comparativo entre os servidores da Akamai - nossa atual CDN - e a CDN que usávamos, presentes na América do Sul.

E aí, pronto para essa nova experiência?