O marketing conversacional é uma modalidade que utiliza mensagens para construir relacionamento com o cliente e compreender melhor os interesses deles. Por meio desse conhecimento, suas ferramentas adaptam as mensagens deixando-as mais assertivas. Mas para conseguir conversar com seus clientes e convencê-los a comprar, você precisa entender o uso do chatbot no marketing conversacional.

Por que usar chatbots no marketing conversacional?

O marketing conversacional não é apenas um diferencial, é algo que o consumidor espera das marcas. As formas de contato digital aproximaram empresas e consumidor. Além do papel tradicional de vender, o negócio deve ser conselheiro, amigo e assistente.

Existem diversos benefícios de aplicar o marketing conversacional, mas suas estratégias não estão completas sem o uso de chatbots. Quando bem desenvolvido e programado, um bot consegue criar conexões reais com os usuários, como mostraremos agora.

Benefícios do chatbot no marketing conversacional

O principal benefício dos chatbots no marketing conversacional é a melhoria nos resultados da empresa. Seu uso vai além das respostas rápidas para perguntas comuns. Por meio das conversas com bots, é possível melhorar a fidelização e até aumentar as vendas.

Certamente, para atingir tais resultados, é importante utilizar conversas personalizadas e humanizadas. O diálogo de um bot não pode ser automático e robotizado. Deve conter respostas direcionadas àquele cliente em especial e utilizar linguagem adequada aos valores e ideais da empresa.

Contanto que o bot obedeça às regras do atendimento humanizado, ele pode trazer uma série de benefícios. Apresentaremos os principais deles abaixo. Depois disso, você entenderá a importância do uso de chatbot no marketing conversacional.

Personalização

Seu cliente não é mais um na multidão e não gostaria de ser tratado assim. Por acaso você acha que a mesma abordagem funciona com todos? Certamente, não. Os melhores vendedores sabem disso e aprendem a adaptar seu discurso, linguagem e até seus gestos de acordo com o cliente.

O chatbot no marketing conversacional consegue fazer algo semelhante. Ele é programado para agir de forma personalizada com cada cliente e o melhor: pode aprender durante o processo. As plataformas mais completas utilizam as interações com o consumidor para aprender mais sobre ele e oferecer uma personalização nas próximas conversas.

Respostas instantâneas

Quando um dos seus clientes tem uma dúvida sobre um produto às 3h da manhã, quem o ajuda? Se você não tem funcionários virando a noite nas redes sociais da empresa, um chatbot pode ser programado para isso.

A eficiência vai depender somente da programação do chatbot no marketing conversacional. As respostas podem ser limitadas, mas eles são ótimos para responder perguntas frequentes e mais simples dos consumidores. Se necessário, o bot também consegue direcionar o cliente para o atendimento humano

Feedback

Alguns usuários não deixam feedback negativo quando estão falando com um atendente humano. Para muitos, falar mal do trabalho de alguém (no caso, do atendimento) seria uma falha de educação e é bastante difícil quebrar esse condicionamento.

Mas existe uma solução melhor do que forçar pessoas a fazer algo que elas realmente não gostam, como dar críticas. Basta tirar o elemento humano da equação. Conversando com chatbots, o consumidor fica tranquilo e sem medo de ofender alguém. Usando chatbot no marketing conversacional, é mais simples obter feedbacks sinceros do usuário.

Captura de leads eficiente

Percebe como os formulários estão perdendo cada vez mais a eficiência? Os usuários sabem que, quando a empresa oferece um conteúdo para download em uma landing page, só existe um objetivo: obter informações. O tempo e esforço para preencher o formulário geralmente faz a pessoa desistir do download.

No entanto, existem formas muito mais simples de obter informações do consumidor. O chatbot consegue perguntar ao cliente seu e-mail, ou outras informações que, depois, serão usadas nas estratégias de venda. Tudo isso sem exigir o preenchimento de qualquer formulário.

Melhores práticas para uso do marketing conversacional

Sabendo que o chatbot no marketing conversacional pode trazer tantos resultados positivos, agora, está na hora de entender como usá-lo. Assim como qualquer ferramenta, os chatbots precisam ser usados corretamente para trazer leads e vendas.

Muitas empresas que ainda não compreendem as melhores práticas podem tentar colocar o bot na sua estratégia. No entanto, conversas robóticas e sem muita variação podem irritar o consumidor e trazer o efeito oposto.

Em vez de melhorar a satisfação com o atendimento, o consumidor perde a confiança na empresa. Sendo assim, é importante conhecer as melhores práticas e a correta utilização dos bots.

Soluções rápidas

Qualquer um que faça compras ou interaja com empresas online está cansado de preencher formulários e não receber retorno. Por isso, alguns clientes nem sequer preenchem formulários atualmente. Eles simplesmente saem do site e procuram o concorrente, onde podem encontrar a informação que precisam.

Aproveite os chatbots para dar soluções rápidas a problemas e evitar a perda desses clientes. Bots inteligentes conseguem responder perguntas frequentes e até fazer agendamentos.

Acompanhamento por métricas

Os formulários ficaram populares porque são um método fácil de adquirir informações dos usuários no site. É impossível parar cada pessoa que acessa o portal de uma empresa e perguntar nome, telefone e e-mail. Porém, os chatbots ajudam nessa missão.

Eles não interrompem a experiência do usuário e podem captar muitas informações importantes. Para conseguir melhorar o atendimento ainda mais, é importante estabelecer métricas e acompanhá-las com frequência. E os bots ajudam até nessa análise, pois conseguem dados mais detalhados do consumidor.

Uso dos dados do cliente para personalizar

Quando um consumidor entra em contato com uma marca, seja através do site ou das redes sociais, é possível saber quem ele é. Seu histórico de interações está registrado e entrega um grande número de informações sobre seu perfil, interesse e compras.

Mas, sua empresa sabe o que fazer com esse conteúdo precioso? Os dados do cliente devem ser utilizados para personalizar cada vez mais a experiência. Quanto mais específica for a conversa, melhor o bot consegue reter a atenção do consumidor e ajudá-lo na decisão de compra.

Foco no engajamento

As conversas de um chatbot no marketing conversacional devem ter como objetivo o engajamento. A programação do bot consegue atingir usuários específicos, como pessoas que estão saindo do site sem finalizar a compra. A intenção é criar interações que ajudem a vender, gerem engajamento e melhorem a reputação do negócio.

Os chatbots são grandes aliados do marketing conversacional, contanto que sejam aplicados corretamente. Quer mudanças profundas no atendimento da sua empresa? Adote uma estratégia de marketing que gere interação com o consumidor e desperte seu potencial de se tornar um verdadeiro defensor da marca.